num

Biblioteca Camões

Memento Homo / Medindo as horas da escuridão
João Lino / Projecto 0,0º

 

Memento Homo

 

João Lino

 

Exposição individual de um artista que se tem focado no encontro de uma linguagem pessoal com o ferro. As esculturas apresentadas resultam de uma reflexão não só sobre o lugar da escultura, mas da sua própria definição através de um jogo entre imagem e forma, superfície e espaço. O escultor remete-nos para um diálogo conflituoso entre o que parece ser e o que é.

Medindo as horas da escuridão

 

Projecto 0,0º

 

Para a Biblioteca Camões os 0,0º criaram um mecanismo óptico instalado na Sala do Piano. O projecto é inspirado no livro “Os Descobridores” de Daniel J. Boorstin, exemplar encontrado no espólio da biblioteca. A partir do capítulo “Medindo as horas da escuridão”, desenvolveram obras acerca da evolução da medição do Tempo.

O Projecto 0,0º existe desde 2012. Desenvolvem trabalhos com contornos científicos e forenses, centrados na construção de objectos que, em relação com o sujeito, propõem uma experienciação do real.

 

 

Inauguração

Biblioteca Camões
Largo do Calhariz, 17 1º
1200-086 Lisboa
91 7733105 / 213422158
lithales.soares@cm-lisboa.pt


marker Usar minha localização atual