num

OCUPART

Horizontes Brancos
HENRIQUE VIEIRA RIBEIRO, ALFREDO ANTUNES

“talvez o teu sonho sejam as praias soalheiras do sul,
as noites quentes e perfumadas e a brisa agitando as palmeiras, mas eu sonho um outro paraíso,
sonho horizontes brancos de neve brilhante,
sonho bosques onde o sol nunca se põe,
sonho montanhas entre o céu e o abismo”

In Horizontes Brancos, 21 ́29 ́

 

Em Horizontes Brancos, Henrique Vieira Ribeiro recorre a elementos audiovisuais priva- dos, aos quais associa os objetos originais no seu registo e visionamento, questionando as fronteiras da vida observada como uma narrativa.
Assim, são convocadas camadas de retorno (passado, fabulado, graças ao convívio com as imagens originais), de suspensão (presente, instante em que as obras se apre- sentam) e de re-começo (futuro, resultado das narrativas construídas a partir da fruição destas “novas” imagens).

Esta reflexão assenta numa prática situada nos antípodas da apropriação de imagens desalmadas (cuja origem já não se conhece, não possuindo portanto potencial de retorno), testando Henrique os limites do conflito entre o documental e o ficcionado através da identificação do seu autor primário, com quem partilha os créditos desta mostra.

 

Conversa com Artistas

OCUPART
Praça Luis de Camões 22 - 4o
1200 - 243
927 569 362
www.ocupart.pt