num

ZDB

Cartazes Cubanos da OSPAAAL 1960–1980
COLECTIVA

Integrada no âmbito de Lisboa, Capital Ibero-americana de Cultura 2017, a exposição Cartazes Cubanos da OSPAAAL 1960-1980 situa-nos perante uma das mais extraordinárias experiências gráficas do último século. Comissariada por Natxo Checa e composta por cerca de uma centena de cartazes, revistas e dioramas concebidos entre 1966 e 1980, esta exposição traça um retrato do esforço colectivo que diversas forças políticas em África, na Ásia e na América Latina desenvolveram no sentido de estabelecer uma propaganda solidária comum. Tendo o seu centro artístico e produtivo em Cuba, mas adoptando uma postura internacionalista desde a sua fundação, a OSPAAAL (Organização de Solidariedade para com os Povos de África, Ásia e América Latina) concebeu um amplo conjunto de materiais gráficos que se destinavam a dar voz e a galvanizar as facções políticas que, naqueles continentes, lutavam pela autodeterminação dos povos contra o colonialismo e outras formas de exploração e segregação. Organizada tematicamente e ocupando ambos os pisos da Galeria Zé dos Bois, esta exposição permite ainda perceber o modo como a posição de abertura dos dirigentes cuba- nos face às vanguardas artísticas do pós-guerra fez da produção gráfica da OSPAAAL uma verdadeira plataforma para o encontro entre um discurso altamente politizado e as mais radicais propostas artísticas da época.

ZDB
Rua da Barroca, 59 Lisboa
213 430 205


marker Usar minha localização atual