num

Abysmo

Cartas, orelhas, postais e outras coisas mais
Pedro Proença

O traço mais irrequieto acompanha a nervura do verso. Há uma vibração que se procura, uma sonoridade, um momento fixado. Não tanto aquele erguer das figuras de cujas bocas podem partir falas, pensamentos, diálogos, afirmações, mas a cristalização no ar de todos os corpos possíveis. Ondas tornadas palpáveis, assim a folha ininterrupta de um ecocardiograma, eis o que se apresenta em Cartas, Orelhas, Postais e Outras Coisas Mais, de Pedro Proença. Figuras que reinventam a mitologia grega, alfabetos eróticos rococó e alguns capricci compõem, na aparência, três núcleos, dois de desenhos destinados a outros tantos livros agora editados pela abysmo: As Orelhas de Karenin, de Rita Taborda Duarte, e Cartas de Amor de Sandralexandra, a que soma a bizarra arte postal de Sandralexandra, sobre a qual Pedro Eiras escreveu: «Como quer que reajamos aos vinte e cinco postais de Sandralexandra, correremos sempre o risco de ter ido longe de mais ou de menos. Mas, nesse caso, mais vale avançar.» Mas pode ser que aconteça mais.

Inauguração

Abysmo
Rua da Horta Seca, 40 r/c
1200-221 Lisboa
211912775
info@abysmo.pt
www.abysmo.pt


marker Usar minha localização atual