num

Biblioteca Camões

Alice-Helena-Isabel-João-Marco
ALICE GEIRINHAS, HELENA NOGUEIRA-SILVA, ISABEL RIBEIRO, JOÃO CONCHA E MARCO MOREIRA

O desenho divide-se em duas tendências, a filosófica e primordial em que cada traço é uma marca abstrata (Dexter, E. 2005) que nos conecta com os nossos ancestrais, com o passado da humanidade, desde os desenhos gravados na pedra do Neolítico, o traçado das estradas romanas, o de- senho dos mapas renascentistas, ao desenho das linhas de comboio, das linhas telefónicas, dos cabos de alta tensão a percorrerem a paisagem, aos traços-rastos dos aviões no céu, todos nos sugerem uma forma de desenho. E uma outra que compreende o desenho como uma das áreas da experiência humana e associa-o à noção de intimidade, informalidade, autenticidade, imediatismo, subjetividade, história, memória, narrativa. É da fusão entre as duas tendências e do entender o desenho como um percurso pessoal e ao mesmo tempo impessoal que nasce esta exposição de cinco artistas com abordagens do desenho muito diferentes uma vez que “desenhar é ser humano” e porque acreditamos na subjetividade do olhar e da vida.

Alice Geirinhas

Visita Guiada 20H30

Biblioteca Camões
Largo do Calhariz, 17 1º
1200-086 Lisboa
91 7733105 / 213422158
lithales.soares@cm-lisboa.pt


marker Usar minha localização atual