num

Galeria São Mamede

A Figueira de Gaya
Ana Maria

De sabor sagrado e leve casca serve também para descrever a pintura deusa, companheira de céu e mãe.

Gaya é terra de tantas outras árvores e de outros tantos animais.

Atravesso este outono branco carregada destes ficcus quase frescos quase secos que me protegem nesta exposição, e segue o pincel como se fosse de um calígrafo, mais atrás lá vêem as linhas das cores contadas como se fossem de um escriba, e ainda mais atrás eu a dançar o tempo todo. Sobre as formas, de pé, penso como se fosse apenas Mulher que olha a suspensão. Vizinha em futuro, optimista, viver vezes dez, percorrer tempos vintes, lugares vezes mil – ouvir, amanhecer, embrulhar e despedir-se…”

Inauguração

Galeria São Mamede
Rua da Escola Politécnica, 167
1250-101 Lisboa
+351 213 973 255
galeria@saomamede.com
www.saomamede.com


marker Usar minha localização atual